Feeds:
Posts
Comentários

Ele pagou a nossa dívida

Introdução:ü  Número de pessoas com restrição de créditoü  Situações de dívidas e complicações Serasa diz que o brasileiro termina 2007 mais endividado, levantamento mostra que em relação a 2006 houve um aumento de 1,7% na inadimplência dos consumidores no final do ano passado.As dividas são assim mostradas:1º Bancos: 40,1%2º Cartão de crédito e financeiras 30,2%.3º Os cheques sem fundo aparecem em terceiro lugar no ranking, com representatividade de 27,2%, com valor médio de R$ 611,25. 4º Por fim os protestos, que têm menor peso na inadimplência de pessoa física, apresentaram no ano passado uma participação de 2,6%, e em 2006, 2,9%. As dívidas com cartões de crédito e financeiras registraram valor médio de R$ 364,02 no ano passado e os registros de títulos protestados, no mesmo período, ficaram em R$ 883,32. (O globo – 17 de janeiro de 2008) ü  Dividas geram problemas familiares relacionados ü  Que bom seria que alguém pagasse nossas dívidasü  A frase tabajariana estaria patente pra muita gente: seus problemas acabaram!!Tenho uma Palavra para você hoje, há uma dívida que foi para você.ü  Jesus pagou nossa maior dívida.ü  A bíblia nos fala claramente sobre dívidas

1º Não dever ninguém

Romanos 13:8Não fiquem devendo nada a ninguém. A única dívida que vocês devem ter é a de amar uns aos outros. Quem ama os outros está obedecendo à lei.2º Jesus pagou nossa maior dívidaColossenses 2:14(…) e anulou a conta da nossa dívida, com os seus regulamentos que nós éramos obrigados a obedecer. Ele acabou com essa conta, pregando-a na cruz. 

Dívidas é escravidão

ü  Um israelita podia chegar a ser escravo por não poder pagar as suas dívidas (Lv. 5.39)ü  Por haver roubado algoü  Por ter nascido de pais escravos (Êx. 21.4)ü  O homem deve a Deus por causa do pecadoJoão 8:34Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: todo o que comete pecado é escravo do pecado.Tito 3:3Pois nós também, outrora, éramos néscios, desobedientes, desgarrados, escravos de toda sorte de paixões e prazeres, vivendo em malícia e inveja, odiosos e odiando-nos uns aos outros.ü  Como se livrar da escravidão?Gálatas 4:7De sorte que já não és escravo, porém filho; e, sendo filho, também herdeiro por Deus.ü  Como se tornar um herdeiro?Hebreus 1:2Nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, pelo qual também fez o universo.

A dívida nos tira a liberdade

ü  Em Israel escravo era a pessoa que é dominada por outra e que não comenda sua própria vida. Nos tempos bíblicos havia escravidão em toda parte.ü  Entre os Israelitas os escravos eram bem tratados e tinham a oportunidade de comprar sua liberdade. (Êx 21.5, RA; Lv 25.47-55).ü  Ao pagar nossa dívida Jesus nos garantiu liberdadeGálatas 5:1Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão.  

As dívidas devem ser pagas

ü  A mensagem do amor de Cristo fez com que a escravidão acabasse nos países cristãos (Ef 6.5-9; Gl 3.28).Gl.3:28   Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus. Jesus conforme Col. 2.14 fez com nossa conta espiritual:1.       Cancelou (RA -Revista e atualizada)2.       Riscado a cédula (RC -Revista e corrigida)3.       Anulou (NTLH – Linguagem de hoje)4.       Apagou (BJ -Bíblia de Jerusalém)o   2 Cor.5:21   Àquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus. Conclusão:Deus o entregou à morte de cruz, pregando-o no madeiro e detruindo em sua pessoa o documento, a nota promisória, que trazia a nossa dívida e nos condenava.

Anúncios

Uma oração para o trabalho

1.       Senhor, que sejamos freados da preguiça e da inércia

ü  Provérbios 19.15

ü  Eclesiastes 10.18

ü  Provérbios 6.6

ü  Provérbios 22.6; 13

 

2.       Senhor  deixemos de nos sentirmos limitados, ignorantes e débeis

ü  Salmo 6.2

ü  2 Coríntios 12.10

 

3.       Senhor  iluminai nossa inteligência

ü  Provérbios 2.11

ü  Tiago 3.13-18; 1. 5-8

 

4.       Senhor que eu não me aparte da verdade

ü  1 João 2.14

 

discipulo1.jpg

→ O seguidor espera pães e peixe; o discípulo é um pescador.
→ O seguidor luta por crescer; o discípulo luta por reproduzir-se.
→ O seguidor se ganha; o discípulo se faz.
→ O seguidor gosta do afago; o discípulo gosta do serviço e do sacrifício.
→ O seguidor entrega parte dos seus desejos; o discípulo entrega sua vida.
→ O seguidor ouve a palavra e a guarda no coração, o discípulo leva esta palavra aos aflitos;
→ O seguidor espera que lhe apontem a tarefa; o discípulo é solicito em tomar a responsabilidade.
→ O seguidor quase sempre murmura e reclama; o discípulo obedece e nega a si mesmo.
→ O seguidor reclama que o visitem; o discípulo visita.
→ O seguidor conhece a Bíblia de capa a capa, o discípulo conhece e pratica o que sabe;
→ O seguidor pratica a caridade, o discípulo pratica o mais puro amor, o amor de Deus;
→ O seguidor sonha com a igreja ideal; o discípulo se entrega para fazer a igreja real.
→ O seguidor diz: Que bonito!; o discípulo diz: Eis-me aqui.
→ O seguidor aponta o dedo e mostra as pessoas para Deus, o discípulo mostra Deus às pessoas;
→ O seguidor espera por um avivamento na igreja; o discípulo é parte do avivamento.
→ O seguidor é condicionado pelas circunstâncias; o discípulo as aproveita para exercitar sua fé.
→ O seguidor vale porque soma; o discípulo vale porque multiplica.
→ O seguidor é importante; o discípulo é indispensável

Discipulado um a um

2008 – ANO DO DISCIPULADO

“Seguindo o mandamento de fazer discípulos”

 

Base bíblica: Mat. 28.19,20; 2 Timóteo 2. 1, 2; ….

Alvos:

  • 100 batismos
  • 100 lares evangelizados (Projeto Natanael)
  • Orando por mil (Projeto: Operação André)

Propósito da Igreja:

Adorar a Deus alcançando pessoas e levando-as ao conhecimento de Cristo como Senhor e Salvador em uma comunidade de discípulos.

(ADORAR, ALCANÇAR, DISCIPULAR, SERVIR, COMUNHÃO)

Visão:

Ser uma igreja acolhedora, restauradora, comprometida com os valores do reino de Deus e discipulado tornando-se referência para o mundo.

Valores

  • Preservação dos valores bíblicos, conforme registrados nas Escrituras sagradas (Antigo e Novo Testamentos) e interpretados segundo a Declaração Doutrinária da Convenção Batista Brasileira.
  • Fazer discípulos conforme o mandamento do Senhor. – “Paternidade Espiritual” (Discipulado);
  • Respeito a todas pessoas, independente de sua raça, sexo, classe social, crença, filosofia, estado civil.
  • Manutenção de uma conduta ética perante as autoridades constituídas e suas leis, desde que não interfiram de forma a prejudicar nossa Missão.
  • Esforço contínuo e crescente para que toda pessoa, a começar com os membros da igreja, sejam dignos, respeitados, conhecedores das Escrituras Sagradas e exemplos a serem seguidos.
  • Facilitação do ensino das Escrituras Sagradas a toda e qualquer pessoa que revele interesse.
  • Entendimento de que toda pessoa é, potencialmente, um filho de Deus e, portanto, todo esforço deve ser canalizado para resgatá-la e mantê-la em comunhão com o Pai e sua família espiritual.
  • A constituição e a manutenção da família nos princípios bíblicos.

Grupos Pequenos (GCEM – Grupo de Crescimento Espiritual da Mangueira)

Através da estratégia dos pequenos grupos realizar o discipulado, comunhão e evangelismo no seio da igreja.

  • Alvo: 05 GCEM’s

Realizar retiros de crescimento espiritual:*  Casais

  •   Homens
  •   Senhoras
  •   Jovens
  •   Adolescentes

 Treinamentos e Cursos:

  •   Introdutores, direção de cultos, professores da EBD, discipulado e Evangelismo (Projeto Natanael).

 Congregações:

  •   Dar continuidade ao apoio dado as congregações dando mais ênfase as congregações de Sol Brilhante, V. N. dos Martírios e Pq. Amazonas.
  •   Visitas bimestrais
  •   Elaborar acompanhamento e metas de trabalho para obreiros
  •   Envolver cada congregação na visão do discipulado

 Conferências e Congressos:

  •   Discipulado e Evangelismo – Outubro – Aniversário da igreja
  •   Doutrinária – desvios doutrinários – Pr. Wilson Moura – S. Luis
  •   Família (Ministério Oikos – Gilson Bifano)

  Oração e intercessão:

  • Campanha de Oração – 12 dias pelo ano
  • Campanha de Oração por M. Mundiais – Jornada de 12 horas (domingo)
  • Campanha de Oração – Orando por sua família – Maio – Sammy Tippit
  • Campanha de Oração – 40 dias de fé – Outubro
  • Mini-vigílias temáticas – bimestrais (Abril, Junho, Agosto, Outubro e Dezembro)

 Projetos Sociais:

  • Projeto 3ª Idade (alfabetização, estudos, saúde e lazer).
  • Cursinhos (pré-vestibular, preparatório de concurso, inglês…)

Educação Cristã:

  • Construção do currículo ou projeto pedagógico da igreja.
  • Discipulado com juniores e pré-adolescentes.
  • Discipulado na área financeira (min. de famílias)